Q&A: Qual a melhor estratégia para proteger uma invenção baseada em Inteligência Artificial?

Estou desenvolvendo um AI para fazer previsões do tempo, posso patentear? Se não, qual a melhor estratégia? – Leopoldo

Olá Leopoldo, sem dúvida uma das aplicações relevantes da Inteligência Artificial está relacionada a diversos processos de modelagem e previsão de eventos futuros, cada vez com maior qualidade, principalmente baseadas em aprendizado de máquina e deep learning (ML/DL).

E nesse cenário, é natural que existam muitas ferramentas e plataformas para realizar previsões como fazem as pessoas.
Portanto, um primeiro ponto que você deve levar em conta é se realmente o que está fazendo é original o suficiente.

Outro ponto relevante, é que a proteção de software é bem diferente de proteger um dispositivo físico, ou ainda um hardware, e provavelmente o melhor que você conseguirá é proteger o seu código fonte contra cópias.

Dessa forma, mesmo que você consiga resultados extraordinários com AI, o que não é nada fácil, principalmente em termos sistêmicos e de regime permanente, talvez a melhor estratégia de proteção seja justamente deter a melhor tecnologia e modelo, não divulgando no mercado a tecnologia em si, mas apenas os resultados dela.